As instalações hospitalares são verdadeiros fronts na batalha contra o novo coronavírus, desempenhando todas as ações referentes à atenção primária, triagem e tratamento da covid-19 em seus diferentes estágios. 

Uma pesquisa divulgada no início de maio pela Universidade de Singapura traçou predições de que o surto brasileiro de coronavírus deve durar até dezembro de 2020. Da mesma forma, a Organização Mundial da Saúde (OMS) também aponta um longo caminho até o fim da pandemia. Até o momento, não há vacina para imunização em massa da população em nenhum país.  

Ainda nesta conjuntura, as instalações hospitalares continuam expostas aos diversos riscos biológicos inerentes à pandemia. Quando a realidade hospitalar é também afetada pelas ocorrências críticas de covid-19, considerando a grande demanda por leitos de UTI e a alta taxa de contágio pelo vírus, um plano de contenção de riscos é indispensável para a continuidade deste trabalho vital.

Além de desenvolver processos rígidos para a biossegurança de profissionais e pacientes, a unidade hospitalar deve antecipar riscos operacionais, eleger responsáveis técnicos, determinar uma estrutura completa de comando e alinhar respostas rápidas. Toda a estrutura de enfrentamento da covid-19 precisa reconsiderar o fluxo de todos seus postos de atendimento, assistência laboratorial, logística e aspectos administrativos.

Analisando esse cenário desafiador, a RCG desenvolveu o Plano de Contingência para covid-19 voltado para a área da saúde. Sua elaboração e implementação conta com uma equipe qualificada composta por profissionais experientes em conduzir estratégias de Enterprise Risk Management dentro das necessidades de saúde e segurança impostas pela pandemia.

O Plano de Contingência para Covid-19 está perfeitamente alinhado às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros importantes órgãos internacionais como Occupational Safety and Health Administration, dos Estados Unidos, (OSHA) e Health and Safety Executive, da Inglaterra (HSE). 

Em níveis nacionais, todas as ações do plano estão em plena conformidade com as condutas do Ministério da Saúde, ANVISA, Ministério da Economia (Subsecretaria de Inspeção do Trabalho), Ministério Público do Trabalho e demais órgãos de vigilância de saúde dos estados e municípios, respeitando as especificidades regionais de cada unidade hospitalar. 

 

Estruturação e aplicação do Plano de contingência para covid-19

A fase de elaboração do Plano de Contingência para covid-19 para empresas do setor da saúde consiste em uma análise preliminar dos indicadores utilizados para a gestão da covid-19, avaliando suas medidas implementadas e seus resultados. Após a verificação apurada desses dados, a estruturação do Plano de Contingência para covid-19 desenvolve estratégias personalizadas, já que as características do setor da saúde para com a pandemia são diferenciadas. O Plano desenvolve etapas e ações como:

  • Objetivos: planejamento estratégico;
  • Diretrizes: alinhadas aos órgãos de saúde e segurança do trabalho e legislação vigente;
  • Responsabilidades: criação de comitês técnicos para formação de uma estrutura clara de comando interno; 
  • Medidas de prevenção, proteção e controle: busca, fundamentadas nos múltiplos determinantes dos cenários de risco de contaminação;
  • Protocolos médicos: efetivação das ações para contenção e tratamento da covid-19
  • Auditoria: avaliação e validação de processos, correção de rotas, análise da mitigação dos riscos e avaliação da comunicação e reports. 
  • Avaliação das demais necessidades operacionais locais e critérios regionais necessários.

Todo esse aparato é construído por uma equipe multidisciplinar, sendo imprescindível a participação de partes interessadas. Esse trabalho mútuo deve ser consolidado por informações técnico-científicas e em conformidade com as determinações e recomendações das autoridades públicas. A aplicação do Plano de Contingência para covid-19 é, então, coordenada pela equipe de gestão do estabelecimento de saúde, que será assessorada por profissionais da RCG especializados em metodologias de prevenção de riscos. 

Tendo como base todo o planejamento estratégico, a adoção das medidas preventivas e protetivas, a instalação hospitalar terá as ferramentas necessárias para lidar com o quadro atual com eficiência, mitigando riscos e utilizando parâmetros mais seguros de resposta à pandemia. Atualmente, o Plano de Contingência para covid-19 vem se mostrando seguro e eficiente, trazendo resultados de alto padrão no processo contínuo de em uma unidade hospitalar de alta capacidade e mais de 2.000 funcionários.

 Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar sua unidade de saúde nessa batalha. A RCG está de prontidão para desenvolver as melhores medidas para esse momento de crise. 

Acompanhe-nos também no LinkedIn, Facebook e Instagram para ficar a par de todas as novidades, tendências e soluções.